Com os gols em mata-mata, confira os jogadores mais decisivos da história da principal competição da América do Sul.

Existem diversos jogadores decisivos no futebol sulamericano. No entanto, em uma das principais competições do continente, os jogadores precisam ser ainda mais decisivos. 

O Campeonato Brasileiro veio te relembrar o nome de alguns jogadores que foram decisivos na Libertadores, fazendo aquele que é um dos principais momentos da partida, o gol.

Confira a lista dos maiores marcadores do mata-mata da Copa Libertadores:

O trio dos 12 gols

Martín Palermo

Martin Palermo (pelo Boca Juniors)
Palermo comemorando gol com a camisa do Boca Juniors

Com uma passagem marcante e campeã pelo Boca Juniors da Argentina, Martín Palermo guardou 12 tentos no mata-mata da competição.

Jardel

Jardel (Campeão da Libertadores)
Jardel com sua medalha de campeão da Libertadores

O ídolo do Grêmio, Jardel ainda conta passagem pelo Vasco e o Newells Old Boys. O camisa 9 brasileiro também marcou 12 gols na fase mais decisiva da Copa Libertadores.

Bruno Henrique

BH (Flamengo na Libertadores)
Bruno Henrique comemorando gol com a camisa do Flamengo

Chegando no Flamengo em 2019, Bruno Henrique chegou e se mostrou extremamente decisivo para a equipe carioca. Os 12 gols é o que torna esse atacante como um dos mais decisivos em atividade nessa competição.

O quarteto dos 14 gols

Antony de Ávila

Ídolo do América de Cali e do futebol colombiano. Antony de Ávila fez 14 gols nesse momento tão decisivo da Copa Libertadores.

Luizão

O maior artilheiro brasileiro da competição, até agora, Luizão é um dos atacantes mais marcantes da história do Vasco e Corinthians. A principal atuação do atacante veio com a camisa do Coringão, quando guardou 15 gols na Libertadores.

Ignacio Scocco

River Plate, Newells Old Boys e Internacional tiveram uma contribuição na carreira de Ignacio Scocco com a Libertadores. Ele guardou 14 tentos na sua passagem nesses três times.

Carlos Tévez

Um dos maiores jogadores do futebol argentino no século 21, Carlitos Tévez anotou esses 14 gols em suas passagens pelo Boca Juniors, da Argentina.

O segundo mais decisivo

Raúl Amarilla (Olímpia na Libertadores)
Raúl Amarilla fazendo gol na campanha campeã do Olímpia

Raúl Amarilla foi campeão em 1990 com a camisa do Olimpia, do Paraguai. O jogador tem 15 gols só na fase de mata-mata da competição, totalizando 22 gols em toda a sua história com a Libertadores.

O Senhor Libertadores

Riquelme (Boca na Libertadores)
Roman Riquelme em suas famosas noites de Libertadores

O dono da maior marca de gols na Libertadores é Juan Roman Riquelme. O camisa 10 do Boca Juniors e um dos maiores ídolos do futebol argentino, o meia atacante guardou 17 gols só nos momentos mais decisivos da competição.

Compartilhar Facebook Compartilhar WhatsApp Compartilhar Telegram